Media Watch

A mentira como princípio jornalístico

Não há mais como negar aquilo que está na boca do povo que saiu às ruas no último domingo: o Partido dos Trabalhadores não tem qualquer legitimidade para governar o país. A população rejeita o PTismo e tudo aquilo que, nas palavras do ministro Celso de Mello, vem a reboque deste projeto criminoso de poder. […]

O que sobrou do Brasil

Eleição com apuração secreta é fraude em si mesma, ainda que não haja manipulação na contagem dos votos. Assim, qualquer cidadão honesto não deve reconhecer a posse de Dilma Rousseff como um ato legítimo. Quem nomeia o advogado do próprio partido como juiz responsável por assegurar a lisura do pleito eleitoral não tem qualquer credibilidade […]

Quando dois mais dois somam cinco

“- Mostrei os dedos de minha mão. Viste cinco dedos. Lembras disso? – Lembro. O’Brien levantou os dedos da mão esquerda, escondendo o polegar. – Aqui há cinco dedos. Vê cinco dedos? – Vejo. E viu mesmo, por um instante fugidio, antes de mudar a cena, no seu espírito. Viu cinco dedos, sem deformidade. Depois […]

Contra a religião política

“Você pode enganar algumas pessoas o tempo todo ou todas as pessoas durante algum tempo, mas você não pode enganar todas as pessoas o tempo todo.” Abraham Lincoln A disputa presidencial de 2014 ficará marcada para sempre por ser a eleição mais suja da história do Brasil. Após 12 anos de gestão do Partido dos […]

A natureza revelada: da agressividade tácita ao paramilitarismo sangrento

Depois que o Partido dos Trabalhadores colocou nas ruas o seu exército particular e deu ordem de agredir fisicamente todos aqueles que fizessem oposição ao partido um tema entrou definitivamente em pauta: o impeachment da presidente Dilma Rousseff. A ninguém é concedido o direito de manter um contingente paramilitar que age coagindo a população e […]

Opinião pública e desconversa política

A classe política é sensível à opinião pública. Com efeito, não veremos políticos profissionais arriscando-se a defender publicamente temas e/ou opiniões impopulares sob o risco de não se reelegerem na próxima eleição. Assim, é natural e até esperado que toda a ação política limite-se a uma janela de variações mais ou menos pautada pela opinião […]

Sensibilidade seletiva

Passada as eleições é hora dos partidos contabilizarem seu capital político. Aqueles que não foram eleitos preparam estratégias para tentar ganhar força e projeção na próxima corrida eleitoral. Aqueles que sagraram-se vitoriosos reforçam alianças na base governista para evitar o engessamento imposto pela oposição. Isso tudo faz parte do jogo democrático e não chega a […]