Deixe um comentário

10 dos 33 vereadores são candidatos

A notícia a seguir foi originalmente publicada no blog da Rose em 3 de julho de 2014.

 

Dez dos 33 vereadores de Campinas são candidatos a uma vaga na Câmara Federal ou Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). Apesar de quase um terço dos parlamentares terem colocado seus nomes para serem testados nas urnas, o que chama a atenção é que legisladores municipais de partidos históricos, como PSDB, PT, PTB e PDT não quiseram ser candidatos nas eleições do dia 5 de outubro. Estes partidos terão candidatos, mas não do Legislativo campineiro.

Vereadores do PSC, Pros, PSL, PP, PV, PSD, entre outros vão disputar o voto do eleitor. E a maioria integra a base de sustentação do prefeito Jonas Donizette (PSB). Apenas o vereador Paulo Bufalo, candidato a deputado estadual, é da oposição.

Dos 10 parlamentares, oito vão tentar conquistar a preferência para a Alesp e dois para a Câmara Federal.

Para o cientista político e professor Unicamp, Valeriano Costa, a ausência de vereadores de partidos grandes pode ser uma demonstração de medo de enfrentar as urnas em um período em que o eleitor tem dado sinais de que está desacreditado na política. Tanto que pesquisas têm demonstrado o crescimento de intenção de votos brancos e nulos no pleito

Outro fator, segundo ele,  é o custo elevado das campanhas. Os políticos estimam que o candidato a deputado estadual irá gastar uma média de R$ 3 milhões para colocar a campanha nas ruas. As cifras aumentam para cerca de R$ 5 milhões para os que querem passar a trabalhar em Brasília. Oficialmente, no entanto, os partidos informam que o custo para estadual será de R$ 300 mil e R$ 500 mil para federal.

Costa explica ainda que os partidos menores lançam candidatos porque o período eleitoral é uma oportunidade de dar visibilidade às siglas e aos nomes dos candidatos. “O que se observa é que está mais difícil fazer política atualmente”, disse o cientista.

E os candidatos têm até as 19h de sábado para registrar suas candidaturas.

 

Quase um terço vai tentar subir de ‘cargo’ político:

Deputado federal
Luiz Lauro Filho (PSB)
Roberto Alves (PRB)

Deputado estadual
Campos Filho (DEM)
Carmo Luiz (PSC)
Cidão Santos (PROS)
Edson Ribeiro (PSL)
Rafael Zimbaldi (PP)
Luiz Carlos Rossini (PV)
Neusa do São João (PSD)
Paulo Búfalo (PSOL)

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: